Chuvas favorecem plantio de milho e desenvolvimento do trigo na Argentina

quinta-feira, 6 de outubro de 2016 17:55 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - As chuvas da última semana recuperaram os níveis de umidade do solo na principal região agrícola da Argentina, o que favorecerá o plantio do milho e o desenvolvimento do trigo da safra 2016/17, disse nesta quinta-feira a Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

Em setembro, as principais regiões agropecuárias da Argentina receberam quantidade limitada de chuvas, gerando preocupações entre os produtores.

A Argentina é o terceiro maior exportador global de milho e um fornecedor chave do mercado mundial de trigo.

Na quarta-feira, a Bolsa de Cereais estimou a colheita de milho comercial da atual safra em um recorde de 36 milhões de toneladas e a produção de trigo em 12,5 milhões de toneladas.

"Durante os últimos sete dias, as precipitações continuaram a repor a umidade na região de plantio no centro e no norte do país", impulsionando as perspectivas de plantio do milho, disse a Bolsa em seu relatório semanal de safras.

Até esta quinta-feira, os produtores haviam plantado 25,7 por cento dos 4,9 milhões de hectares previstos para o cultivo, disse a entidade.

Já para o trigo, cujo plantio já foi encerrado, a bolsa disse que as chuvas recentes permitiram a recuperação da umidade e a melhoria das condições de cultivo em grande parte da área agrícola do país.

(Por Maximilian Heath)