Bancários de bancos privados e do BB aceitam oferta e encerram greve em SP

quinta-feira, 6 de outubro de 2016 20:07 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os bancários de bancos privados e do Banco do Brasil aceitaram oferta das instituições financeiras e decidiram nesta quinta-feira encerrar greve que já durava um mês, informou o sindicato da categoria.

"Os trabalhadores dos bancos privados e do Banco do Brasil aprovaram as propostas da federação dos bancos (Fenaban) e as específicas da instituição pública e encerraram a greve em São Paulo, Osasco e região. Os empregados da Caixa rejeitaram a proposta e seguem em greve", informou o Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região em comunicado.

A proposta dos bancos envolve reajuste salarial de 8 por cento mais abono de 3.500 reais. Para 2017, a Fenaban ofereceu reposição da inflação e 1 por cento de aumento real.

A primeira oferta dos bancos envolvia reajuste este ano de 6,5 por cento, com a categoria cobrando reposição da inflação (9,62 por cento) mais 5 por cento de aumento real.

Mais cedo, o Comando Nacional dos Bancários tinha recomendado a aceitação da proposta pela categoria. A oferta prevê abono dos dias parados e retorno ao trabalho na sexta-feira.

(Por Alberto Alerigi Jr.)