Índices dos EUA recuam após queda da libra e dados sobre empregos

sexta-feira, 7 de outubro de 2016 18:30 BRT
 

(Reuters) - As bolsas dos Estados Unidos caíram nesta sexta-feira, com uma queda na libra britânica injetando volatilidade não desejada nos mercados financeiros, enquanto um relatório de emprego mais fraco que o esperado não foi suficiente para alterar as expectativas de um aumento de juros pelo Federal Reserve, banco central norte-americano, antes do fim do ano.

O índice Dow Jones caiu 0,15 por cento, para 18.240 pontos, o S&P 500 perdeu 0,33 por cento, para 2.153 pontos e o Nasdaq Composite recuou 0,27 por cento, para 5.292 pontos.

Os principais índices registraram sua primeira semana negativa em quatro. Na semana, o índice Dow Jones recuou 0,4 por cento, o S&P 500 caiu 0,7 por cento e o Nasdaq teve queda de 0,4.

A libra perdeu 1,4 por cento ante o dólar na sexta-feira e, em um momento mais cedo, chegou a cair 10 por cento em apenas alguns minutos, uma "queda relâmpago" que alimentou as preocupações sobre a vulnerabilidade da moeda e disparou a volatilidade nos mercados agitados.

As ações também foram pressionadas por um relatório que mostrou que a economia norte-americana criou 156 mil empregos no mês passado, pouco abaixo da expectativa de 175 mil empregos, enquanto a taxa de desemprego aumentou para até 5 por cento.

Foi o terceiro mês consecutivo de desaceleração do crescimento da criação de empregos, mas os dados não foram vistos como suficientemente fracos para evitar que o Fed aumente os juros ainda este ano.

(Por Rodrigo Campos)