Setor de serviços da China desacelera em setembro, mostra PMI

sábado, 8 de outubro de 2016 11:23 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O setor de serviços da China criou empregos no maior ritmo em sete meses em setembro com novos negócios mostrando recuperação, embora a taxa de crescimento total pouco mudou em relação a agosto, mostrou uma pesquisa privada.

O índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços do Caixin/Markit ficou em 52 em setembro ante 52,1 em agosto, com ajuste sazonal, permanecendo acima da marca de 50 que divide crescimento de expansão em termos mensais.

Apesar de a maioria das medidas de atividade melhorarem, as expectativas de negócios das empresas ficaram muito mais baixas do que no mês anterior, quando atingiram uma máxima de seis meses.

O PMI Composto do Caixin, que cobre os setores industrial e de serviços, continuou a mostrar expansão saudável, ficando em 51,4, levemente abaixo do registrado em agosto.

Mais sinais de estabilidade na economia da China sustentam o crescente consenso de que o banco central chinês vai evitar mais afrouxamento monetário como cortes da taxa de juros pelo menos até o final do ano.

(Reportagem de Sue-Lin Wong)