BRF avalia importar milho dos EUA; não vê preço em patamar adequado

segunda-feira, 10 de outubro de 2016 13:31 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A BRF está considerando importar milho dos Estados Unidos após o governo aprovar na semana passada o uso de três variedades norte-americanas de milho transgênico para produção de ração no Brasil.

"Estamos avaliando as oportunidades de importar, mas vemos com muito bons olhos o fato de se abrir essa possibilidade", disse o diretor financeiro da companhia, Alexandre Borges, explicando que a empresa ainda está entendendo como são os processos específicos para chegar lá. "Mas a gente a vê a indústria importando sim".

Borges também disse que o preço do milho ainda não está em um patamar confortável para a BRF, mas citou que vários indicadores têm apontado para uma convergência no próximo ano. "No curto prazo o país segue com uma oferta e demanda de milho apertadas", afirmou.

O uso de algumas variedades de milho transgênico dos Estados Unidos para ração no Brasil foi aprovado na quinta-feira pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) e pode destravar uma série de negócios de importação e potencialmente amenizar a escassez do cereal no país.

(Por Paula Arend Laier)