Setor de materiais de construção piora projeção de queda nas vendas em 2016 para 10%

terça-feira, 11 de outubro de 2016 20:20 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A indústria de material de construção piorou a projeção de queda nas vendas deste ano de 8 para 10 por cento após resultados de setembro, que mostraram baixa de 7,2 por cento no faturamento das empresas sobre um ano antes, informou a associação que representa o setor, Abramat.

Na comparação com agosto, as vendas de materiais em setembro tiveram queda de 3,8 por cento. No acumulado de janeiro ao mês passado, o setor mostra baixa de 13,5 por cento no faturamento, informou a entidade.

"O mercado de materiais de construção sofre tanto no varejo, por conta do alto índice de desemprego e a consequente queda na renda e nas dificuldades de se obter crédito. Quanto no mercado das construtoras, por causa das dificuldades de financiamento imobiliário, baixo desempenho da infraestrutura e a redução dos investimentos do programa Minha Casa Minha Vida”, disse o presidente da Abramat, Walter Cover, em comunicado.

O nível de emprego do setor caiu 9,7 por cento em setembro sobre o mesmo mês do ano passado, recuando 1,2 por cento sobre agosto.

No segmento de materias de base, as vendas em setembro caíram 8,2 por cento na comparação anual e 4,8 por cento na mensal. Em materiais de acabamento, as quedas foram de 5,8 e 2,5 por cento, respectivamente.

Na segunda-feira, a associação que reúne apenas fabricantes de cimento divulgou que as vendas do insumo em setembro tiveram baixa de 13 por cento no mês passado sobre um ano antes e 2 por cento no comparativo com agosto. [nL1N1CG19U]

(Por Alberto Alerigi Jr.)