Exportações da China caem mais que o esperado em setembro, importações voltam a recuar

quinta-feira, 13 de outubro de 2016 07:12 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - As exportações da China em setembro caíram 10 por cento em relação ao ano anterior, bem mais do que a expectativa do mercado, enquanto as importações recuaram inesperadamente 1,9 por cento após um salto em agosto, mostraram dados oficiais nesta quinta-feira.

Isso deixou o país com um superávit comercial de 41,99 bilhões de dólares para o mês, segundo a Administração Geral da Alfândega.

As exportações da China nos primeiros nove meses do ano caíram 7,5 por cento sobre o mesmo período do ano passado, enquanto as importações caíram 8,2 por cento.

Analistas consultados pela Reuters esperavam que as importações subissem 1 por cento, após alta de 1,5 por cento em agosto pela primeira em quase dois anos.

A expectativa para as exportações era de recuo de 3 por cento, ligeiramente pior do que em agosto uma vez que a demanda global por bens asiáticos continua fraca.

Analistas esperavam superávit comercial de 53 bilhões de dólares em setembro após 52,05 bilhões em agosto.

(Reportagem de Yawen Chen e Kevin Yao)