China estabelece cotas de importação de grãos e algodão com tarifa reduzida para 2017

quinta-feira, 13 de outubro de 2016 09:49 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China aprovou cotas de importação de grãos e algodão com tarifas reduzidas para 2017, informou o órgão de planejamento do país nesta quinta-feira.

As cotas, que garantem tarifas de apenas 1 por cento, permanecem inalteradas ante anos anteriores, com a cota de trigo em 9,6 milhões de toneladas, milho em 7,2 milhões e arroz em 5,3 milhões de toneladas.

A cota de importação de algodão foi mantida em 894 mil toneladas, disse a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma em sua página na internet.

As cotas para tarifas reduzidas foram sancionadas de acordo com a filiação da China à Organização Mundial do Comércio (OMC).

(Por Dominique Patton)