Bolsa de Rosário estima área de soja da Argentina 2016/17 em 19,6 mi ha

quinta-feira, 13 de outubro de 2016 15:31 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Produtores na Argentina devem plantar 19,6 milhões de hectares de soja na safra 2016/17, 3 por cento abaixo da safra anterior de 20,2 milhões de hectares, uma vez que produtores expandiram a área de plantio do milho, disse a Bolsa de Cereais de Rosário nesta quinta-feira.

A Bolsa estimou a produção de trigo 2016/17 em 13 milhões de toneladas, ante os 10,9 milhões da safra anterior, em sua primeira estimativa de colheita para o cereal.

A soja e o milho são o primeiro e segundo cultivo da Argentina, respectivamente, ainda que ambos disputem área entre si já que seus períodos de semeadura coincidem.

A Bolsa de Rosário estimou a superfície que será dedicada ao milho 2016/17 em 5,7 milhões de hectares, o que representa um crescimento de 18 por cento na área ante a safra anterior, uma vez que o governo argentino afrouxou restrições ao comércio do grão, bem como do trigo.

A Bolsa de Cereais de Buenos Aires, por sua vez, disse que o crescimento na área do milho (e do girassol) impactaria na área semeada com soja 2016/17, que perderia 500 mil hectares para totalizar 19,6 milhões de hectares.

Na semana passada, a Bolsa de Buenos Aires estimou que a colheita de soja 2016/17 alcançará 53 milhões de toneladas, abaixo das 56 milhões de toneladas da safra anterior. No entanto, a entidade sinalizou que a decisão oficial de reembolsar impostos das exportações a produtores de províncias do norte do país poderia elevar sua atual estimativa de área para a oleaginosa.

(Por Maximilian Heath)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM GB