20 de Outubro de 2016 / às 17:52 / um ano atrás

MPF denuncia de 26 pessoas no caso Samarco, sendo 21 por homicídio qualificado

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Ministério Público Federal (MPF) denunciou à Justiça nesta quinta-feira 26 pessoas físicas e jurídicas, sendo 21 por homicídio qualificado com dolo eventual, em virtude do rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, em novembro do ano passado.

Em foto de arquivo, distrito de Bento Rodrigues é visto coberto de lama após rompimento de barragem da Samarco em Mariana 06/11/2015 REUTERS/Ricardo Moraes

Considerado o maior desastre ambiental da história do Brasil, o rompimento da barragem deixou 19 mortos, centenas de desabrigados e poluiu o rio Doce, que percorre diversas cidades até atingir o litoral capixaba.

Por Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below