Plantio de soja dispara em Mato Grosso com ajuda de chuvas

sexta-feira, 21 de outubro de 2016 15:18 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O plantio de soja em Mato Grosso, maior produtor do país, avançou nesta semana para 42,3 por cento da área total, quase o dobro do ritmo registrado no mesmo período do ano passado, informou nesta sexta-feira o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Em uma semana, houve avanço de 10,9 pontos percentuais, apontou a entidade, ligada aos produtores rurais.

A região mais avançada no plantio é o oeste de Mato Grosso, onde o plantio já alcança 66 por cento da área prevista.

"Os produtores têm mais equipamentos, têm mais maquinário e a chuva está colaborando. Choveu em quase toda a região, embora tenha algumas áreas isoladas onde choveu menos", disse a presidente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, no oeste de Mato Grosso, Giovana Velke.

Segundo ela, há uma preocupação dos produtores de realizar um plantio escalonado que permita uma colheita em períodos diversos, uma vez que há previsão de chuvas excessivas para o período de colheita, nos primeiros meses de 2017. Com o escalonamento é possível diminuir o risco de toda uma lavoura estar pronta para colheita e receber umidade excessiva, que prejudica a qualidade dos grãos.

Relatório da Somar Meteorologia nesta sexta-feira indica que Mato Grosso irá receber pancadas de chuva ao longo dos próximos cinco dias, pelo menos, o que permitiria a continuidade dos trabalhos de plantio.

"No decorrer da próxima semana, uma frente fria na altura do Espírito Santo organiza chuva mais intensa e abrangente sobre Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso", destacou a Somar.

Segundo o agrometerologista Marco Antônio dos Santos, do Rural Clima, o fim de um bloqueio atmosférico irá permitir a entrada de muita umidade do Oceano Atlântico para o interior do país.

"A partir de meados da semana que vem as chuvas retornarão de forma generalizada e com certa frequência. Isso vai permitir que o plantio de soja deslanche em todas as regiões do Brasil", disse ele.   Continuação...

 
Em foto de arquivo, plantação de soja é vista em Mato Grosso, Brasil
07/02/2013 REUTERS/Paulo Whitaker