Demanda por fundos multimercado cresce com perspectiva de menos juros e recuperação econômica

sexta-feira, 21 de outubro de 2016 15:08 BRST
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - As perspectivas de mais cortes de juros e retomada da economia já levam alguns investidores a aumentar a procura pelos fundos multimercados em busca de retornos que superem a renda fixa, levando algumas casas a lançar novos produtos ou fechar existentes por já atingirem as metas de patrimônio.

Refletindo a maior procura por esses produtos, a gestora de recursos Garde Investimentos viu o patrimônio do seu multimercado D'Artagnan, criado em dezembro de 2013, passar de 800 milhões de reais ao final de 2015 para 2 bilhões de reais em agosto deste ano, quando a administradora anunciou que fecharia para captações ao atingir 2,5 bilhões de reais. A meta foi alcançada em setembro.

"É quase uma parada técnica porque foi um crescimento muito grande", disse o sócio fundador da Garde e responsável pela área de gestão, Carlos Calabresi, acrescentando que a gestora está aproveitando o momento para reforçar a equipe e redimensionar a posição para o novo tamanho do fundo.

Segundo o gestor, o aumento na equipe foi feito por meio da incorporação este mês de um time para atuar na modalidade long short dentro do fundo D'Artagan. "A gente fez uma troca de pessoas para estratégia de mercados internacionais", acrescentou.

Enquanto a Garde fechou seu fundo para captações, o Santander lançou dois fundos multimercados este ano, o Multi Strategy para o segmento private e Multi Estratégia para o segmento select, com estratégias semelhantes, mas alguma diferença no perfil de risco.

Os produtos, lançados em maio, em menos de cinco meses já tinham captação de quase 1 bilhão de reais, segundo o superintendente executivo de investimento do banco, Christiano Ehlers.

"Exatamente para capturar esse movimento (de alta na demanda por multimercados) que a gente trouxe gestores novos para nossa asset para tocarem esses fundos", disse.

O movimento das gestoras acontece em um momento em que a indústria de multimercados caminha para ter o primeiro ano com captação positiva após três anos seguidos de perdas, segundo dados consolidados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).   Continuação...