BNDES diz que concessões tiveram excesso de irrealismo tarifário no passado

sexta-feira, 21 de outubro de 2016 16:44 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O último ciclo de leilões de concessões de infraestrutura teve muitos erros que agora precisarão ser revistos para atrair investidores e tirar os projetos do papel no Brasil, disse nesta sexta-feira a diretora de Infraestrutura do Banco Nacioanl de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Marilene Ramos, durante evento de infraestrutura em São Paulo.

"É muito importante que a gente não cometa os mesmos erros... temos que buscar o realismo. Entendemos que vamos ter modicidade tarifária, mas através de ter maior concorrência, ter mais interessados nos leilões, do que propriamente estabelecendo taxas de retorno muito apertadas", afirmou.

A modicidade tarifária foi uma das metas do governo anterior especialmente no setor de energia elétrica. O governo petista buscou reduzir custos ao consumidor muitas vezes estimulando a participação de estatais da Eletrobras nos leilões.

(Por Luciano Costa)