BNDES diz que programa com Estados na área de saneamento é de concessão

sábado, 22 de outubro de 2016 12:11 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou neste sábado que o programa que o banco vem negociando com os Estados na área de saneamento é de concessão.

Na véspera, ao ser questionada sobre a privatização no setor de saneamento, a presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos, declarou que o programa do banco deve contar uma adesão de cerca de dois terços dos Estados.

Segundo o BNDES, em duas semanas o banco deve avançar no programa de concessão estadual de empresas de saneamento, e as primeiras adesões ao programa podem ser anunciadas em breve. O BNDES não revelou os Estados que devem aderir ao programa.

“Cada Estado tem um caso e estamos numa extensa conversa com todos eles e a gente espera em duas semanas fechar esse primeiro pipeline que a gente espera que vai ser bem grande”, disse a executiva na noite de sexta-feira a jornalistas.

“Acredito que dois terços dos Estados devem aderir ao programa nessa rodada”, completou ela.

O BNDES tem ajudado os Estados na orientação e construção das modelagens para a concessão das empresas estaduais de saneamento e disponibiliza recursos para viabilizar o processo.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)