AT&T deve anunciar compra da Time Warner por US$85 bi, dizem fontes

sábado, 22 de outubro de 2016 17:30 BRST
 

(Reuters) - A AT&T deve anunciar neste sábado acordo para comprar a Time Warner por 85 bilhões de dólares, afirmaram fontes familiarizadas com o assunto, abrindo caminho para a maior fusão do mundo neste ano e dando à empresa de telecomunicações o controle de canais de TV a cabo HBO e CNN, além do estúdio de cinema Warner Bros e outros cobiçados ativos de mídia.

O acordo será um dos maiores no setor nos últimos anos, já que as empresas de telecomunicações buscam a combinação de conteúdo e distribuição para captar clientes, substituindo os tradicionais pacotes de TV paga por ofertas mais ágeis e entrega online.

A AT&T pagará 110 dólares por cada ação da Time Warner em dinheiro e ações, totalizando 85 bilhões de dólares, disseram fontes à Reuters. Será necessário realizar um financiamento para fechar o negócio, uma vez que a AT&T possui apenas 7,2 bilhões de dólares em mãos. Isso poderia colocar pressão sobre a sua nota de crédito, uma vez que sua dívida líquida atingiu 120 bilhões de dólares em 30 de junho, de acordo com a Moody’s.

Os conselhos de administração das duas empresas estão reunidos neste sábado para aprovar o negócio, disse uma fonte à Reuters.

A AT&T, cujo principais serviços de telefonia sem fio e de banda larga mostram sinais de desaceleração no crescimento, já fez movimentos para se transformar em uma potência da mídia ao comprar, no ano passado, a provedora de TV por satélite DirecTV por 48,5 bilhões de dólares.

Além disso, em 2014 formou a Otter Media, uma joint venture com o Grupo Chernin, para investir em empresas de mídia e também lançou serviços de streaming para vídeos.

A Time Warner é uma grande potência em filmes, televisão e video games. Seus ativos incluem as redes HBO, CNN, TBS e TNT, bem como o estúdio de cinema Warner Bros, produtora das franquias de filmes "Batman" e "Harry Potter".

Em 2014, o presidente-executivo da Time Warner, Jeff Bewkes, rejeitou uma oferta de 80 bilhões de dólares da Twenty-First Century Fox mas, segundo fontes, na sexta-feira a ex-pretendente não tinha planos em renovar sua oferta.

O Wall Street Journal informou na sexta-feira que a Apple teria se aproximado há alguns meses da Time Warner para uma possível fusão.

A sede da AT&T em Dallas e a sede da Time Warner em Nova York não retornaram os pedidos para comentários.