Visões da Arábia e da Rússia sobre mercado de petróleo estão se aproximando, diz ministro saudita

domingo, 23 de outubro de 2016 12:32 BRST
 

RIYADH (Reuters) - O ministro da Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, afirmou neste domingo que os pontos de vista entre o reino e a Rússia, maior produtor global de petróleo, sobre a necessidade de estabilizar o mercado "estão se aproximando".

"A Arábia Saudita começou a desempenhar um papel importante de coordenação entre a Rússia ... e a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), especificamente os países do Golfo", disse Falih, em uma coletiva de imprensa com os seus pares russos e do Qatar em Riyadh.

"Conseguimos hoje... através de uma reunião comum chegar a uma ideia do que podemos ter em novembro", disse Falih, referindo-se a uma reunião da Opep em Viena, em 30 de novembro, para quando está previsto que o grupo finalize um acordo de corte de produção.

Novak, que está na Arábia Saudita em sua primeira visita oficial como ministro, encontrou mais cedo os ministros de Energia do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC, na sigla em inglês), que incluiu os importantes produtores do Golfo da Opep Arábia Saudita, Kuwait, Emirados Árabes Unidos e Qatar.

(Por Reem Shamseddine e Rania El Gamal)