Ministro de Energia russo diz que cooperação com Opep está se intensificando

segunda-feira, 24 de outubro de 2016 15:02 BRST
 

VIENA (Reuters) - Um teto temporário para a produção de petróleo iria reduzir a volatilidade do mercado, disse o ministro de Energia russo Alexander Novak nesta segunda-feira, durante uma reunião com o secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) Mohammed Barkindo, conforme ambos buscam maneiras de estabilizar os preços.

A Rússia é a maior produtora de petróleo do mundo, mas não faz parte da Opep. O país teve o orçamento abalado pelos baixos preços do petróleo, o que também ocorreu para muitas nações da Opep.

Novak, que está em Viena após visitar a Arábia Saudita durante o fim de semana para conversas com o ministro de Energia saudita Khalid al-Falih, disse que as quedas acentuadas no preço do petróleo ameaçaram desencadear um déficit de petróleo e uma volatilidade imprevisível nos preços.

"É por isso que um congelamento ou até um corte por determinado período de tempo é a decisão certa... Sendo uma medida de curto-prazo, um teto para a produção de petróleo pode ajudar a reduzir a volatilidade no mercado e torná-lo mais estável", disse Novak.

Nem Novak nem Barkindo disseram a que níveis a Rússia poderia limitar sua produção, que alcançou uma máxima recorde de 11,1 milhões de barris por dia em setembro.

Novak tem dito repetidamente que a Rússia preferiria congelar a produção a reduzi-la, mas ressaltado que o país irá considerar medidas específicas após membros da Opep chegarem a um acordo.

(Por Katya Golubkova e Shadia Nasralla)