CEO da AT&T espera obter aval regulatório para compra da Time Warner

segunda-feira, 24 de outubro de 2016 15:40 BRST
 

(Reuters) - O presidente-executivo da AT&T Randall Stephenson disse nesta segunda-feira que espera que a compra da Time Warner por 85,4 bilhões de dólares receba aval regulatório, com o ceticismo do mercado pressionando as ações das duas empresas.

A AT&T disse no sábado que concordou em comprar a Time Warner por 107,50 dólares por ação, ganhando controle dos canais de TV a cabo HBO e CNN, o estúdio de cinema Warner Bros, e outros bens cobiçados em um acordo que vai remodelar a mídia se receber aprovações governamentais.

"Embora os reguladores vão muitas vezes ter preocupações com integrações verticais, elas sempre serão corrigidas pelas condições impostas à fusão, e é assim que encaramos que esse negócio será avaliado", disse Stephenson em entrevista à CNBC.

O negócio, o maior do mundo em 2016, deve ser concluído até o fim de 2017, segundo a AT&T.

A ação da AT&T caía 1,8 por cento e da Time Warner recuava cerca de 2,5 por cento, na Bolsa de Nova York.

A AT&T disse no sábado que o acordo precisa da aprovação do Departamento de Justiça dos EUA e as empresas decidiriam quais licenças da Time seriam transferidas para a AT&T como parte do negócio, com aprovação da Federal Communications Commission.

Apesar de grande ênfase em mídia, a Time Warner tem apenas uma estação de transmissão regulada pela FCC, em Atlanta. A Time Warner poderia vender a licença para tentar evitar uma revisão formal da FCC, disseram vários analistas.