24 de Outubro de 2016 / às 21:07 / um ano atrás

Angola passa a ser maior fornecedor de petróleo para China em setembro

PEQUIM (Reuters) - Angola tornou-se o maior fornecedor de petróleo para a China pela segunda vez em setembro, tirando a posição do topo da Rússia, mostraram dados aduaneiros nesta segunda-feira.

A China importou 4,19 milhões de toneladas de petróleo do país africano no último mês, alta de 45,8 por cento ante um ano antes. Isso significa que os embarques angolanos ficaram em 1,02 milhão de barris por dia, abaixo dos 1,11 milhão de barris por dia vistos em agosto, a última vez que o país foi o maior exportador para a China.

A demanda chinesa por petróleo angolano, que é mais barato e tido como uma fonte estável, deve crescer em outubro à medida que a temporada de manutenção de refinarias chega ao fim.

Nos nove primeiros meses de 2016, Angola foi a terceira maior fornecedora para a China. As importações subiram 17,7 por cento na comparação anual para 34,39 milhões de toneladas (916.229 barris por dia) no período, mostraram dados.

A China importou volumes recordes de petróleo no último mês, ofuscando os Estados Unidos como o maior comprador mundial de petróleo estrangeiro, uma vez que o governo importou petróleo barato para encher novos tanques de armazenamento estatal.

(Por Meng Meng e Chen Aizhu)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM GB

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below