Mercados chineses têm leves variações, Japão atinge maior nível em 6 meses

terça-feira, 25 de outubro de 2016 08:04 BRST
 

SYDNEY (Reuters) - As bolsas de valores da China tiveram leves variações nesta terça-feira, consolidando ganhos recentes graças à demanda por ações do setor de matérias-primas, enquanto empresas de infraestrutura e transporte tiveram perdas.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou praticamente estável e o indicador de Xangai teve pequeno avanço.

Os investidores seguiram receosos sobre nova desvalorização do iuan, pois a moeda atingiu a mínima em seis anos ante o dólar no início da sessão. Ela voltou para território positivo após o vice-presidente do banco central chinês, Yi Gang, dizer que o câmbio vai continuar estável.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha variação positiva de 0,27 por cento às 7:45.

Já no Japão, a bolsa de Tóquio atingiu a máxima em 6 meses, com o dólar se fortalecendo ante o iene. A confiança subiu após dados de setores industriais nos Estados Unidos e na Europa mostrarem as melhores leituras até agora neste ano.

O índice Nikkei subiu para nível visto pela última vez em abril, guiado por um iene mais fraco que melhora perspectivas para os exportadores do país.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,76 por cento, a 17.365 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,17 por cento, a 23.565 pontos.   Continuação...