Contratos futuros do minério de ferro disparam e têm máxima de 2 anos na China

terça-feira, 25 de outubro de 2016 09:24 BRST
 

MANILA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro negociados na China saltaram 6 por cento nesta terça-feira, para o mais alto nível em mais de dois anos, em meio a uma alta dos preços do aço e do carvão.

A demanda por aço no maior produtor e consumidor do mundo e custos mais elevados de matérias-primas estão dando suporte aos preços da commodity. A escassez de carvão metalúrgico tem impulsionado os preços, mas o minério de ferro está mantendo-se em alta.

O minério de ferro para janeiro, o mais negociado na bolsa de Dalian, subiu 6 por cento, para fechar no limite de alta da bolsa de 471,50 iuanes (70 dólares) a tonelada, o seu maior valor desde agosto de 2014.

O contrato janeiro do carvão metalúrgico terminou em alta de 5,1 por cento, a 1.300 iuanes por tonelada, depois de tocar uma nova máxima para o contrato de 1.313 iuanes por tonelada. O coque subiu 7 por cento, a 1.680 iuanes por tonelada, ao maior valor desde dezembro de 2013.

"Os participantes do mercado em geral continuam otimistas sobre a perspectivas para o carvão de coque, com a demanda de siderúrgicas seguindo saudável, porque o estoque de aço é baixo e as siderúrgicas estão elevando os preços para repassar o aumento dos custos de matéria-prima", afirmou Helen Lau, analista da Argonaut Securities em nota.

    Outros analistas também atribuíram a força dos contratos a um iuan mais fraco, que oscilou perto de uma mínima de seis anos na terça-feira.

(Reportagem de Manolo Serapio Jr.; com reportagem adicional por Ruby Lian em Xangai)