IEA eleva projeção de crescimento de energias renováveis no mundo

terça-feira, 25 de outubro de 2016 12:03 BRST
 

PARIS (Reuters) - A Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) elevou sua projeção para o crescimento das energias renováveis ao longo dos próximos cinco anos, com expectativa de que a fatia das renováveis no mundo suba para 28 por cento em 2021, ante 23 por cento em 2015.

O crescimento das fontes renováveis tem sido guiado por melhorias nas políticas para o setor em países como os Estados Unidos, a China e o México, e por uma forte queda nos custos, disse a agência nesta terça-feira em um relatório de médio-prazo sobre o segmento.

A capacidade instalada global em energia renovável deverá subir em 42 por cento, ou 825 gigawatts, até 2021, disse a IEA, uma projeção 13 por cento acima da realizada no ano passado.

"Estamos testemunhando uma transformação dos mercados globais de energia elétrica liderada pelas renováveis", disse o diretor-executivo da IEA, Fatih Birol.

Nos últimos anos, a IEA vinha sendo criticada por ativistas ambientais por supostamente subestimar o crescimento das renováveis e enfatizar demais o papel das fontes fósseis de combustíveis.

A IEA disse nesta terça que os EUA sozinhos representaram quase metade da revisão nas projeções, devido à renovação de incentivos fiscais federais que deverão impulsionar a energia solar e eólica.

Mas a China continuará a líder absoluta na expansão renovável, representando quase 40 por cento do crescimento. "Em 2021, mais de um terço da capacidade acumulada global em energia solar fotovoltaica e energia eólica onshore estará na China", disse a agência.

(Por Bate Felix)