Iraque diz estar preparado para cooperar com Opep em "bases corretas"

terça-feira, 25 de outubro de 2016 16:15 BRST
 

BAGDÁ (Reuters) - O Iraque disse a um importante representante da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) nesta terça-feira que está pronto a cooperar com um acordo de cortes de produção para sustentar os preços do petróleo, desde que mantenha sua extração perto dos níveis atuais.

"Nós estamos preparados para cooperar em bases corretas", disse o primeiro-ministro Haider al-Abadi, comentando a visita do secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo, a Bagdá.

Barkindo, que está tentando concretizar um acordo de cortes de produção que iria sustentar os preços do petróleo, esteve em Badgá antes da reunião da Opep no dia 30 de novembro.

Autoridades do Iraque dizem que países devastados pela guerra deveriam receber as mesmas isenções que o Irã, a Nigéria e a Líbia, que tiveram sua produção de petróleo abalada por guerras e sanções.

Elas também indicaram que podem concordar com um corte, mas em uma base mais alta, o que significaria preservar a produção no mesmo nível.

O Iraque, segundo maior produtor da Opep depois da Arábia Saudita, diz que produz mais que a estimativa da Opep.

O país coloca sua produção de setembro em 4,774 milhões de barris por dia e sua produção poderia subir um pouco em outubro. Fontes secundárias da Opep colocam a produção de setembro em 4,455 milhões de barris por dia.

"Nós queremos que os preços do petróleo subam", disse Abadi. "Houve um desentendimento sobre os números."

(Por Maher Chmaytelli e Saif Hameed)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM RS