Índices europeus de ações terminam estáveis após sessão agitada; Amec despenca 20%

quinta-feira, 27 de outubro de 2016 14:59 BRST
 

Por Danilo Masoni e Atul Prakash

MILÃO/LONDRES (Reuters) - Os principais índices europeus fecharam com leves variações nesta quinta-feira, com a alta dos papéis dos setores farmacêuticos e bancário compensando as perdas de empresas como Amec Foster e Berendsen.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve ganho de 0,07 por cento, a 1.350 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 fechou com variação negativa de 0,01 por cento, a 341 pontos, depois de entrar e sair do território positivo várias vezes durante o dia, com as ações de saúde liderando os ganhos ao se recuperarem de perdas recentes.

Entretanto, a empresa de engenharia do Reino Unido Amec Foster despencou mais de 20 por cento, pior desempenho do STOXX 600, após informar que os resultados de 2016 e 2017 ficarão em linha com as expectativas do seu conselho.

Entre outras quedas notáveis, as ações da companhia suíça de engenharia ABB caíram 6,59 por cento, com suas encomendas recuando pelo sexto trimestre seguido e sem expectativa de que aumentem em breve.

Entretanto, os ganhos em várias empresas compensaram as perdas. A fabricante de chips franco-italiana STMicroelectronics saltou mais de 10 por cento depois de informar que espera rentabilidade melhor em 2016 após a forte demanda por smartphones ter ajudado a impulsionar as vendas e lucros do terceiro trimestre.

Os papéis do setor financeiro também tiveram demanda, com a confiança melhor devido a dados favoráveis do banco alemão Deutsche Bank, com alta de 0,6 por cento. Apesar de não ter estabelecido uma data para acordo com as autoridades da Justiça dos Estados Unidos sobre uma multa multibilionária, o banco divulgou surpreendente lucro líquido no terceiro trimestre.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,41 por cento, a 6.986 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,07 por cento, a 10.717 pontos.   Continuação...