Claro, da América Móvil, tem prejuízo de R$431,7 mi no 3º trimestre

quinta-feira, 27 de outubro de 2016 20:35 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Claro Telecom, unidade da mexicana América Móvil, anunciou nesta quinta-feira que teve prejuízo líquido de 431,7 milhões de reais no terceiro trimestre, perda 62 por cento menor do que em igual etapa de 2015.

De julho a setembro, a receita líquida da companhia caiu 2,6 por cento ante mesma etapa de 2015, para 8,2 bilhões de reais. Já seu resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) caiu 5,5 por cento, para 2,37 bilhões de reais. A margem Ebitda caiu 0,9 ponto percentual.

Segundo a Claro, como parte do plano de reestruturação societária, em 2016 os serviços de valor adicionado passaram a ser prestados por outra empresa do grupo, cujos resultados não são consolidados. Por isso, apresentou uma tabela com resultados que chamou de "normalizados".

Por essa métrica, a receita líquida cresceu 0,5 por cento, para 8,45 bilhões de reais, enquanto o Ebitda avançou 2,6 por cento, a 2,57 bilhões de reais. A margem Ebitda subiu 0,6 ponto, para 30,5 por cento.

Segundo a Claro, a receita líquida foi afetada negativamente pela redução das tarifas de interconexão por parte da Anatel, além da conjuntura econômica adversa do país, que tem afetado a capacidade de consumo de pessoas e empresas.

O resultado final, mesmo negativo, foi melhor do que em igual etapa de 2015, em parte devido a menores perdas com câmbio.

(Por Aluísio Alves)