Gastos do consumidor e exportações provavelmente impulsionaram PIB dos EUA no 3º tri

sexta-feira, 28 de outubro de 2016 07:32 BRST
 

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - O crescimento econômico dos Estados Unidos deve ter acelerado no terceiro trimestre, uma vez que os consumidores mantiveram um forte ritmo de gastos e as exportações aumentaram, mantendo o banco central do país a caminho de elevar a taxa de juros em dezembro.

O Produto Interno Bruto (PIB) provavelmente expandiu a uma taxa anual de 2,5 por cento após crescimento de 1,4 por cento no segundo trimestre, de acordo com pesquisa da Reuters junto a economistas. Essa seria a taxa mais forte desde o segundo trimestre de 2015.

Além dos gastos dos consumidor e das exportações, a economia também deve ter recebido impulso de uma recuperação na atividade de mineração e do investimento em estoques.

Mas o crescimento do PIB pode surpreender para cima após dados na quarta-feira terem mostrado uma forte queda no déficit comercial de bens em setembro. O governo publicará sua primeira estimativa do PIB do terceiro trimestre nesta sexta-feira às 10:30 (horário de Brasília).

Se o crescimento atender às expectativas, deve ajudar a dispersar qualquer temor de que a economia corria o risco de estagnar.

Embora o Federal Reserve esteja mais focado em emprego e inflação, sinais de fortalecimento econômico darão suporte a uma alta da taxa de juros em dezembro. O Fed elevou sua taxa de juros referencial em dezembro passado pela primeira vez em quase uma década.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729)) REUTERS CMO PF