Índices europeus de ações fecham no vermelho por resultados corporativos fracos

sexta-feira, 28 de outubro de 2016 14:46 BRST
 

Por Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - Resultados corporativos fracos pesaram sobre o mercado acionário europeu nesta sexta-feira, enquanto uma sessão agitada para as ações bancárias levaram o setor a devolver parte dos ganhos recentes.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 recuou 0,35 por cento, a 1.345 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 fechou queda de 0,27 por cento, a 340 pontos.

Resultados decepcionantes de empresas como a Novo Nordisk azedaram o sentimento, com seu papel perdendo 14,97 por cento e tendo a pior performance no dia do STOXX 600.

Os investidores têm demonstrado pouca tolerância para resultados decepcionantes nas últimas semanas, com as ações de empresas que não atingiram as estimativas ou que alertaram sobre lucros sendo punidas severamente.

Os bancos, que estão entre os setores que mais sofreram neste ano na Europa, ofereceram algum suporte aos mercados regionais esta semana após série de resultados de nomes fortes, incluindo o lucro inesperado do Deutsche Bank.

O BNP avançou 0,88 por cento após o banco francês informar que está planejando mais redução de custos para compensar o aperto na receita devido aos juros baixos, e pode avaliar aumentar a proporção do lucro que paga em dividendos.

Em um sinal de que as preocupações de longo prazo com o setor bancário permanecem, as ações do RBS, que chegaram a subir 3,5 por cento na abertura, recuaram 1,22 por cento após analistas levantarem dúvidas sobre a sustentabilidade de seus lucros.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,14 por cento, a 6.996 pontos.   Continuação...