15 de Maio de 2017 / às 14:20 / 4 meses atrás

Ibovespa opera sem viés com Braskem entre destaques positivos, em sessão de vencimento

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista oscilava entre leves altas e baixas nesta segunda-feira, com o noticiário corporativo ainda movimentado e tendo as ações da Braskem entre os destaques positivos após a divulgação de balanço. A sessão é marcada ainda por vencimento de opções sobre ações, o que pode trazer alguma volatilidade.

Às 11:17, o Ibovespa subia 0,12 por cento, a 68.304 pontos. O giro financeiro era de 2,9 bilhões de reais.

Após subir nos quatro pregões anteriores, voltando ao patamar dos 68 mil pontos, o mercado passa por movimentos de ajuste, enquanto aguarda novidades no front político, que tem seguido mais tranquilo desde a conclusão da votação da reforma da Previdência em comissão especial da Câmara dos Deputados, na semana passada.

O cenário externo corroborava o tom mais positivo deste pregão, com Wall Street operando no azul diante dos ganhos nos preços do petróleo. [O/R]

DESTAQUES

- PETROBRAS PN subia 1,55 por cento e PETROBRAS ON ganhava 1,82 por cento, em dia de avanço forte dos preços do petróleo no mercado internacional. Também no radar estava a reabertura de títulos em dólares da petroleira.

- BRASKEM PNA tinha valorização de 2,94 por cento após divulgar lucro líquido consolidado de 1,905 bilhão de reais no primeiro trimestre, mais de duas vezes e meia acima do resultado positivo obtido no mesmo período de 2016.

- ELETROBRAS PNB avançava 1,13 por cento e ELETROBRAS ON tinha alta de 1,49 por cento, após a empresa reportar lucro líquido de cerca de 1,4 bilhão de reais entre janeiro e março, ante prejuízo líquido de 3,9 bilhões de reais no mesmo período de 2016.

- SABESP ON ganhava 1,48 por cento. No fim de semana, a empresa anunciou lucro líquido de 674,4 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 7,3 por cento sobre igual intervalo um ano antes. Analistas do Santander consideraram o resultado positivo, destacando o desempenho nas linhas de custos e volumes operacionais. Paralelamente, a companhia comunicou que recebeu aprovação para realizar estudos para capitalização, que prevê a transferência das ações sob titularidade do Estado para uma nova holding.

- BANCO DO BRASIL ON caía 1,53 por cento, entre os destaques negativos do Ibovespa, após acumular alta superior a 9,5 por cento nos quatro pregões anteriores.

- CYRELA ON recuava 1,34 por cento, mantendo a tendência de baixa observada na sexta-feira, após a construtora e incorporadora reportar queda de 61,5 por cento no lucro líquido consolidado do primeiro trimestre.

- BRADESCO PN perdia 0,78 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN tinha queda de 0,07 por cento, reforçando o viés baixista do Ibovespa devido ao peso das ações em sua composição.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below