Eletrobras diz que disputa com Aneel pode atrasar venda de distribuidora no Amazonas

segunda-feira, 15 de maio de 2017 15:22 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., disse nesta segunda-feira que uma disputa com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em torno de dívidas de sua subsidiária de distribuição de eletricidade no Amazonas pode atrasar a venda da companhia, inicialmente prevista acontecer até o final do ano.

A agência reguladora disse no final de março que a Amazonas Energia recebeu cerca de 3,7 bilhões de reais em recursos indevidos entre 2009 e 2016 de um fundo do setor elétrico, a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC). A Eletrobras está recorrendo do resultado da fiscalização.

"O recurso é um direito, e no caso do gestor público, uma obrigação, seja no campo administrativo, seja no judicial. Não tenho dúvida de que isso pode atrapalhar o cronograma da privatização", afirmou Ferreira, em teleconferência de resultados. Apesar do temor quanto ao andamento do negócio, ele ressaltou que a decisão de vender a companhia "já foi tomada".

(Por Luciano Costa)