Priner, de serviços industriais, pode fazer IPO ainda em 2017, diz executivo

segunda-feira, 15 de maio de 2017 16:20 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa carioca de serviços industriais Priner pediu registro de companhia aberta e pode ainda neste ano realizar uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), disse nesta segunda-feira um executivo da controladora da companhia.

"Este é o primeiro passo para que a empresa se prepare em assuntos como auditoria e governança", disse à Reuters Marcelo Mesquita, sócio-fundador da gestora Leblon Equities, que administra o fundo de private equity que comprou 100 por cento da Priner em 2013.

Antiga divisão industrial da Mills, empresa de estruturas metálicas que já chegou a ser listada na bolsa paulista, a Priner é especializada em pintura industrial, tratamento de superfície e isolamento térmico. Ela atende empresas de papel e celulose, petroquímica, siderurgia, naval e de mineração.

Segundo Mesquita, algumas operações de fusões com a Priner podem acontecer nos próximos meses, como forma de a companhia ganhar maior robustez e levar adiante uma operação que a permita se listar no Novo Mercado, nível mais alto de governança da B3.

"Eu gostaria que fosse o mais rápido possível, mas vamos buscar um tamanho de oferta que o mercado queira", disse Mesquita.

(Por Aluisio Alves)