16 de Maio de 2017 / às 15:12 / 3 meses atrás

Copel anuncia novo diretor de finanças após discórdia sobre dividendos

SÃO PAULO (Reuters) - A estatal paranaense de energia Copel empossa nesta terça-feira um novo diretor de Finanças e Relações com Investidores. Adriano Rudek de Moura substituirá Luiz Eduardo Sebastiani no cargo, de acordo com comunicado divulgado ao mercado.

A Copel não informou motivos para a mudança na diretoria, mas Sebastiani foi afastado pouco após discordar da distribuição de dividendos proposta pelo governo do Paraná à companhia, de 50 por cento dos lucros de 2016.

Sebastiani defendeu em reuniões do conselho um dividendo de 25 por cento, para que a companhia mantivesse um caixa que reduzisse riscos de uma elevação em seu endividamento líquido e garantisse investimentos em curso.

Após os conselheiros da Copel aprovarem a proposta de dividendo defendida por Sebastiani, a companhia convocou uma Assembleia Geral de Acionistas que decidiu pela distribuição de 50 por cento dos lucros, conforme a orientação do governo paranaense.

Segundo uma ata de reunião do conselho realizada em 27 de abril, dois conselheiros manifestaram "desalento e perplexidade" com a "iminente demissão" de Sebastiani.

"Não é justificável que um diretor, ou qualquer outro membro da equipe da Copel, seja afastado por emitir juízo de valor em relação às suas funções estatutárias, principalmente quando este juízo é feito no melhor interesse da empresa", afirmaram os membros do colegiado Sandra Maria Azevedo e Sergio Eduardo Weguelin Vieira.

No mesmo dia, o conselheiro representante do governo paranaense na companhia leu uma carta na qual negou que uma eventual saída do executivo poderia ter relação com as discussões sobre dividendos.

"Eventual desligamento de diretores da Copel jamais teria associação com a ocorrência de debates ou apresentações de assuntos corporativos... alterações no quadro de pessoal de órgãos estatuários, sobretudo administradores, é prática comum nas empresas", destacou a correspondência.

Procurada, a Copel informou que a troca no comando de sua diretoria de Finanças e Relações com Investidores decorre de decisão administrativa da própria empresa, que passou por mudanças na Diretoria Executiva, incluindo a troca na própria presidência.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below