17 de Maio de 2017 / às 22:34 / 5 meses atrás

Wall St cai com investidores perdendo esperanças nas reformas de Trump por causa da crise

(Reuters) - O S&P 500 e o Dow Jones tiveram nesta quarta-feira a maior queda diária desde 9 de setembro, à medida que as esperanças de investidores de cortes de impostos e outras políticas pró-negócios se dissiparam, após notícias de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tentou interferir em uma investigação federal.

O Dow Jones caiu 1,78 por cento, a 20.606 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 1,82 por cento, a 2.357 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 2,57 por cento, a 6.011 pontos.

O ex-diretor do FBI, James Comey, disse em um memorado que Trump lhe pediu para encerrar uma investigação sobre os laços do ex-conselheiro de Segurança Nacional Michael Flynn com a Rússia, segundo as reportagens.

Essa foi apenas a mais recente preocupação em uma semana tumultuada na Casa Branca, após Trump demitir inesperadamente Comey e supostamente fornecer informações confidenciais ao ministro do Exterior da Rússia sobre um operação planejada do Estado Islâmico.

Os acontecimentos reforçaram dúvidas sobre a capacidade de Trump de dar sequência a suas promessas de cortes de impostos, desregulamentação e estímulo fiscal. Essas promessas ajudaram a alimentar um rali pós-eleitoral que estabeleceu recordes em Wall Street.

“Nós vimos a agenda do Trump descarrilar e tentar voltar aos trilhos várias vezes. Cada vez mais investidores estão registrando que vai ser difícil voltar aos trilhos com as últimas alegações”, disse Michael O‘Rourke, estrategista-chefe de mercado na JonesTrading em Greenwich, Connecticut.

“Antes da eleição, os investidores esperavam que Trump representasse a incerteza”, disse ele.“ O mercado está agora reconhecendo que alguns dos medos que eles tinham em outubro estão se concretizando.”

As vendas de ações se aceleraram no fim da tarde em uma das sessões mais ativas dos últimos meses e os três principais índices encerraram perto de mínimas da sessão.

O Nasdaq teve sua maior queda diária desde 24 de junho, depois que a Grã-Bretanha votou para sair da União Europeia, assim como os índices dos setores financeiro e tecnológico do S&P. O setor financeiro fechou em queda de 3 por cento enquanto o setor de tecnologia recuou 2,8 por cento.

O Vix, o “medidor de medo” de Wall Street, subiu para 15,34, seu maior nível desde 18 de abril.

Por Sinead Carew; reportagem adicional de Yashaswini Swamynathan, Chuck Mikolajczak e Noel Randewich

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below