Abrasce pede solução rápida para crise política após denúncias contra Temer

quinta-feira, 18 de maio de 2017 13:07 BRT
 

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - A Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce) defende uma solução rápida para o impasse político gerado pelas novas denúncias contra o presidente Michel Temer para que o setor não volte a sofrer com a deterioração da confiança entre os consumidores e investidores.

"Se essa situação for encaminhada de forma célere, seja com a renúncia de Temer ou sua cassação via TSE (Tribunal Superior Eleitoral), as instituições se fortalecem, a confiança do consumidor e empresariado não se perde e nosso setor passa tangente por essa crise", disse nesta quinta-feira à Reuters Glauco Humai, presidente da Abrasce.

De acordo com ele, embora o cenário seja mais favorável ao consumo, com os juros e a inflação em queda, o setor pode retroceder diante de um novo processo de impeachment.

"Tudo depende de como essa crise será conduzida. Se a solução for demorada, o investidor para de colocar dinheiro e voltamos para trimestres ruins de desempenho", afirmou Humai.