Ministro do México pede por estímulo fiscal de nações do G20

domingo, 4 de novembro de 2012 14:39 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO, 4 Nov (Reuters) - Países do G20 que são capazes de oferecer um estímulo fiscal devem fazê-lo para apoiar o crescimento, disse o ministro das Finanças do México, Jose Antonio Meade, no sábado.

Outros países precisam se concentrar em seus déficits, e todas as nações do G20 devem coordenar suas políticas fiscais, disse Meade a repórteres.

"Cada país tem que encontrar a melhor política com base em suas próprias limitações, sua própria realidade", disse. "Mas essa política pública tem que ser coordenada para que os países que têm o espaço para continuar a promover a demanda o façam e os países que têm de fazer ajustes (fiscais) também o façam."

(Por Louise Egan)

 
Ministro das Finanças do México, Jose Antonio Meade, fala durante entrevista à Reuters na Cidade do México. Países do G20 que são capazes de oferecer um estímulo fiscal devem fazê-lo para apoiar o crescimento, disse Meade no sábado. 14/02/2012 REUTERS/Henry Romero