Céleres reduz projeção para safra de milho no Brasil

segunda-feira, 5 de novembro de 2012 15:54 BRST
 

SÃO PAULO, 5 Nov (Reuters) - A consultoria Céleres reduziu mais uma vez sua estimativa para a safra brasileira de milho em 2012/13, vista agora em 75,62 milhões de toneladas, segundo relatório divulgado nesta segunda-feira.

Em outubro, a consultoria havia projetado uma safra de 76,05 milhões de toneladas. Antes, em setembro, a estimativa havia sido de 76,45 milhões de toneladas.

A explicação para a redução na estimativa está nas chuvas intensas principalmente "nos Estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, que obrigaram os produtores a replantarem parte de sua área cultivada", disse a Céleres.

Em função da menor valorização do milho frente à soja, produtores decidiram por replantar com a oleaginosa parte da área danificada, avaliou a consultoria.

"No momento em que ocorreram os problemas climáticos, os produtores estavam com a estrutura de plantio pronta para a semeadura da soja, o que contribuiu para a escolha da oleaginosa em ocupar a área previamente plantada com o milho."

Apesar da projeção menor, o Brasil ainda deverá superar nesta safra o período 2011/12, quando colheu 69,01 milhões de toneladas de milho, principalmente em função de uma quebra de produtividade no sul do país provocada por estiagem no verão.

Na soma das áreas plantadas com milho no verão e no inverno, a Céleres projeta que os produtores vão semear 16,027 milhões de hectares em 2012/13.

Em outra projeção divulgada nesta segunda-feira, a consultoria Clarivi fez uma estimativa mais conservadora para a safra total de milho em 2012/13, em 71,91 milhões de toneladas, com uma área plantada de 15,576 milhões de hectares.

(Por Gustavo Bonato)