Safra de grãos do Cazaquistão cairá em 50% por seca

segunda-feira, 5 de novembro de 2012 17:12 BRST
 

ALMATY, 5 Nov (Reuters) - A colheita de grãos 2012 do Cazaquistão, concluída no final de semana, somará cerca de metade do recorde atingido no ano passado, após uma forte seca cortar a produtividade média em 45 por cento, disse o Ministério da Agricultura do país, na segunda-feira.

O Cazaquistão colheu cerca de 14,7 milhões de toneladas de grãos (peso bruto) até 3 de novembro, com a colheita completa em todos os 15,1 milhões de hectares semeados, afirmou o Ministério em seu site.

O país da Ásia central, um dos 10 maiores exportadores mundiais de trigo, estima sua safra de grãos entre 12 e 13 milhões de toneladas (peso limpo) neste ano, menos da metade do recorde de 27 milhões de toneladas de 2011 (peso limpo).

Os cerca de 16,7 milhões de habitantes do Cazaquistão consomem cerca de 2,5 milhões de toneladas de grãos por ano. O fornecimento doméstico não está ameaçado pela seca, embora o país tenha de utilizar suas reservas a fim de manter seu papel como um grande exportador mundial.

O ministério prevê que os estoques remanescentes da última temporada devem permitir que o país exporte cerca de 8 milhões de toneladas de grãos no ano comercial até 30 de junho de 2013.

Isso seria uma queda ante o recorde de 12,1 milhões de toneladas no ano até 30 de junho de 2012, mas ainda acima das 5,9 milhões de toneladas do período anterior.

O rendimento médio da safra neste ano caiu para 0,98 tonelada por hectare ante 1,77 tonelada por hectare em 2011, disse o Ministério. A área semeada também ficou ligeiramente abaixo dos 15,2 milhões de hectares do ano passado.

(Reportagem de Robin Paxton)