Temores sobre EUA e Grécia pesam sobre ações asiáticas

terça-feira, 13 de novembro de 2012 07:54 BRST
 

TÓQUIO, 13 Nov (Reuters) - As ações asiáticas caíram nesta terça-feira devido a incertezas sobre os problemas fiscais dos Estados Unidos e a crise da dívida da zona do euro, onde os credores globais decidiram não dar por enquanto mais ajuda à endividada Grécia.

Às 7h40 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,03 por cento, para o menor nível em sete semanas, num declínio liderado pelos setores sensíveis ao crescimento de energia e materiais.

Temores sobre a fraca demanda global, destacados na segunda-feira por dados mostrando que a economia japonesa encolheu, e o dólar valorizado pesaram sobre os preços das commodities e alguns índices regionais, como o australiano, dependente de matérias-primas, que perdeu 1,53 por cento.

O índice Nikkei do Japão devolveu ganhos iniciais e encerrou em queda de 0,18 por cento, mínima em quatro semanas e sétima sessão seguida de recuo.

"Os investidores não conseguem avaliar a extensão do abismo fiscal e pode demorar meses antes que o assunto seja resolvido, portanto essa incerteza está mantendo os investidores cautelosos", afirmou o presidente-executivo do Fukoku Capital Management, Yuuki Sakurai.

"Isso, juntamente com a Europa continuando com seus problemas fiscais, está colocando uma pressão de queda sobre os mercados."

Os parlamentares norte-americanos retornam para a capital nesta terça-feira. Analistas dizem que um fracasso em agir sobre os agendados 600 bilhões de dólares em aumentos de impostos e cortes de gastos do governo para o começo do ano que vem pode colocar os Estados Unidos de volta em recessão.

Os credores internacionais da Grécia definiram na segunda-feira dar mais dois anos para Atenas atingir suas metas orçamentárias, mas os ministros das Finanças da zona do euro não desembolsaram mais ajuda. Os ministros irão se encontrar novamente em 20 de novembro para discutir sobre a Grécia.

O índice de Seul encerrou em baixa de 0,59 por cento e o mercado recuou 1,13 por cento em Hong Kong. A bolsa de Taiwan cedeu 1,81 por cento, enquanto o índice referencial de Xangai perdeu 1,51 por cento.

(Reportagem de Chikako Mogi; reportagem adicional de Lewa Pardomuan, Manash Goswami em Cingapura e Clement Tan em Hong Kong)