Gafisa ensaia recuperação com menor pressão de Tenda

terça-feira, 13 de novembro de 2012 13:22 BRST
 

Por Vivian Pereira

SÃO PAULO, 13 Nov (Reuters) - A Gafisa começou a ter reflexos mais evidentes das medidas tomadas desde o fim de 2011 para reestruturar suas operações ao encerrar o terceiro trimestre com lucro líquido de 4,8 milhões de reais, revertendo o prejuízo de 51,2 milhões sofrido um ano antes.

O resultado da construtora e incorporadora, contudo, ficou abaixo da média de cinco previsões de analistas obtidas pela Reuters, de lucro de 15,2 milhões de reais no terceiro trimestre.

A empresa vem se recuperando dos ajustes feitos nos trimestres anteriores e se concentrando na entrega de unidades atrasadas da subsidiária Tenda, voltada ao segmento econômico e responsável por pressionar os resultados no último ano.

Nesse sentido, a companhia optou por não realizar lançamentos da Tenda em 2012, diferentemente do previsto.

A companhia voltará a realizar lançamentos pela Tenda no próximo ano, porém, com mais cautela, segundo o diretor financeiro e de Relações com Investidores da Gafisa, Andre Bergstein.

"Só vamos voltar a lançar empreendimentos 100 por cento contratados pela Caixa (Econômica Federal)", disse ele em teleconferência com analistas nesta terça-feira.

Os lançamentos de Tenda eram estimados, em média, em 300 milhões de reais para este ano.

Após a decisão de adiar os novos projetos, a Gafisa revisou a previsão de lançamentos totais neste ano para entre 2,4 bilhões e 3 bilhões de reais, contra de 2,7 bilhões a 3,3 bilhões inicialmente, sendo que o segmento Gafisa responderá por 55 por cento e a bandeira Alphaville, pelo restante.   Continuação...