Preços ao consumidor nos EUA sobem por moradia

quinta-feira, 15 de novembro de 2012 17:44 BRST
 

WASHINGTON, 15 Nov (Reuters) - Os preços ao consumidor nos Estados Unidos subiram em outubro, à medida em que os custos de moradia tiveram a maior alta em mais de quatro anos, enquanto os preços da gasolina recuaram em um impulso para o poder de compra do consumidor.

O Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês)aumentou 0,1 por cento no mês passado, em linha com as expectativas de analistas, mostraram nesta quinta-feira dados do Departamento de Trabalho.

Os dados apontaram ainda para apenas modestas pressões inflacionárias que parecem pouco prováveis em atrapalhar o plano do Federal Reserve (banco central dos EUA) de manter as taxas de juros baixas por um período prolongado.

Preços para moradia, incluindo aluguel, subiram 0,3 por cento no mês, o maior avanço desde 2008, a responderam por mais da metade de todo o avanço do CPI.

Os preços da gasolina caíram 0,6 por cento em outubro, após terem saltado 7 por cento um mês antes. Esse foi o primeiro recuo no preço da gasolina desde junho. Custos mais elevados na bomsa tem forçado muitos consumidores norte-americanos a cortar outras despesas.

No acumulado de 12 meses até outubro, os preços gerais ao consumidor aumentaram 2,2 por cento.

A maioria dos economistas não vê a inflação como uma ameaça para a economia no curto ou longo prazo.

(Por Jason Lange)

 
Possível compradora de casa visita condomínio em Medford, Massachusetts, em abril de 2009. Os preços ao consumidor nos Estados Unidos subiram em outubro, à medida em que os custos de moradia tiveram a maior alta em mais de quatro anos. 02/04/2009 REUTERS/Brian Snyder