Vendas do Wal-Mart desaceleram no 3o trimestre; ações caem

quinta-feira, 15 de novembro de 2012 20:06 BRST
 

Por Brad Dorfman

15 Nov (Reuters) - O Wal-Mart reportou vendas trimestrais abaixo da expectativa de analistas nesta quinta-feira, na medida em que a fraca economia mundial pressionou compradores não só nos Estados Unidos, mas globalmente.

A maior varejista do mundo também disse que abriu inquéritos internos ou investigações sobre alegações de suborno no Brasil, China e Índia --somando-se à sua investigação no México.

As ações do Wal-Mart caíam 3,7 por cento por volta das 14h14, na medida em que as vendas em suas lojas de desconto nos Estados Unidos e na unidade Sam's Club vieram abaixo das expectativas, menores consumidores compraram em suas lojas na China e a fraca economia prejudicou os resultados no Japão.

"Quer você esteja no Reino Unido, na Argentina, no México, na China, nos Estados Unidos ou no Canadá, eu acho que todos os consumidores estão começando a ficar sob o mesmo tipo de pressão", disse o diretor financeiro Charles Holley, em teleconferência com jornalistas.

Ainda assim, a companhia disse que as vendas até o momento neste mês foram melhores que o esperado nos Estados Unidos, na medida em que a estratégia de preços baixos tem atraído consumidores preocupados sobre seus empregos e custos de gasolina, energia e alimentos.

As vendas totais avançaram 3,4 por cento no trimestre encerrado em 31 de outubro, para 113,2 bilhões de dólares. Analistas esperavam, em média, vendas de 114,96 bilhões de dólares, de acordo com o Thomson Reuters I/B/E/S. Excluindo o impacto de flutuações cambiais, as vendas teriam sido de 114,9 bilhões de dólares, disse a companhia.

Ao todo, o Wal-Mart teve líquido de 3,64 bilhões de dólares no terceiro trimestre, ou 1,08 dólar por ação, acima dos 3,34 bilhões de dólares, ou 0,97 dólar por ação, de um ano antes. Em média, analistas esperavam lucro líquido de 1,07 dólar por ação.

As vendas internacionais subiram 2,4 por cento, para 33,16 bilhões de dólares, e teriam avançado 7,6 por cento sem as flutuações cambiais, disse a companhia. O lucro operacional cresceu 4,8 por cento.   Continuação...

 
Quadro mostra preços de ações do Walmart, Linkedin, McDonald's and Coca-Cola na bolsa de valores de Nova York. Wal-Mart reportou vendas trimestrais abaixo da expectativa de analistas, na medida em que a fraca economia mundial pressionou compradores não só nos Estados Unidos, mas globalmente. 06/03/2012 REUTERS/Brendan McDermid