Alemanha não vê risco de FMI abandonar esforços para ajudar Grécia

sexta-feira, 16 de novembro de 2012 10:08 BRST
 

BERLIM, 16 Nov (Reuters) - O governo alemão não vê riscos de o Fundo Monetário Internacional abandonar os esforços internacionais para ajudar a endividada Grécia, afirmou nesta sexta-feira uma porta-voz do Ministério das Finanças alemão.

Questionada sobre desacordo entre o FMI e a zona do euro em torno da extensão do prazo para as metas de redução da dívida grega, a porta-voz do ministério Marianne Kothe disse que não estava ciente de qualquer perigo que poderia levar a uma retirada do FMI.

Uma disputa entre governos da zona do euro e o FMI sobre como lidar com a grande dívida da Grécia está segurando a liberação de 31 bilhões de euros (39,5 bilhões de dólares) em empréstimos de emergência para Atenas.

"Eu não sei de nenhuma ameaça do FMI de se retirar do programa de ajuda à Grécia", afirmou Marianne durante uma entrevista coletiva, acrescentando que o Fundo continuará "buscando uma solução para a Grécia".

(Reportagem de Gernot Heller e Stephen Brown)