Zona do euro deve aprovar desembolso de 44 bi de euros para Grécia na 3a

segunda-feira, 19 de novembro de 2012 14:30 BRST
 

BERLIM, 19 Nov (Reuters) - Os ministros das Finanças da zona do euro devem aprovar o desembolso de 44 bilhões de euros à Grécia na terça-feira, mas o recurso só estará disponível em 5 de dezembro se o país cumprir os requisitos do financiamento.

Autoridades familiarizadas com a preparação do encontro dos ministros das Finanças esperam um "apoio político em princípio" sobre a liberação dos empréstimos, assim como um debate sobre como reduzir a dívida grega, dando mais dois anos de financiamento externo para permitir que o país atinja suas metas fiscais.

A Grécia também precisa se comprometer a cumprir uma agenda de reforma econômica antes do pagamento de novos desembolsos.

Assim que os ministros derem o apoio político ao pagamento, as propostas sobre como reduzir a dívida do país dando mais espaço para novos financiamentos podem ser enviados aos parlamentos de cada país para ser aprovadas. Esse último passo deve estar finalizado até 30 de novembro.

Isso dará ao governo grego tempo para completar as reformas na economia. Os financiadores internacionais vão voltar a analisar se as medidas de austeridade estão sendo colocadas em prática em 28 de novembro e os ministros das finanças da zona do euro tomarão a decidirão sobre o pagamento do desembolso em 3 de dezembro, de acordo com o cronograma visto pela Reuters.

A Grécia e a Comissão Europeia assinarão um memorando revisado de entendimento em 4 de dezembro e o governo grego deve receber os recursos em 5 de dezembro.

GRÉCIA NO CAMINHO

Uma das condições impostas pela Alemanha para retomar a injeção de recursos aos gregos era que o dinheiro caísse em uma conta específica para pagamento da dívida.

Essa especificidade do acordo parece ter sido cumprida na segunda-feira quando Atenas decidiu que as receitas da privatização serão pagas nessa conta específica administrada pelo banco central.   Continuação...

 
Ministro das Finanças da Grécia, Yannis Stournaras, conversa com diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, durante reunião do Eurogroup em Bruxelas. Os ministros das Finanças da zona do euro devem aprovar o desembolso de 44 bilhões de euros à Grécia na terça-feira, mas o recurso só estará disponível em 5 de dezembro se o país cumprir os requisitos do financiamento. 12/11/2012 REUTERS/Yves Herman