Dólar sobe 0,16% com fluxos pontuais, apesar de alerta do BC

quinta-feira, 22 de novembro de 2012 19:28 BRST
 

Por Danielle Fonseca

SÃO PAULO, 22 Nov (Reuters) - O dólar fechou em leve alta ante o real nesta quinta-feira, com fluxos pontuais de saída em um dia de baixo volume de negócios, apesar do alerta de que o Banco Central poderá intervir no mercado de câmbio no final do ano para prover liquidez.

A moeda norte-americana subiu 0,16 por cento para 2,0985 reais na venda, mantendo-se no maior nível de fechamento desde o dia 15 de maio de 2009, quando encerrou em 2,109 reais.

Durante o dia, o dólar oscilou entre 2,0892 reais e 2,0990 reais. Segundo dados da BM&F, o volume negociado foi de 2,156 bilhões de dólares.

"Hoje é feriado nos EUA e o volume fica mais fraco, o que faz com que a moeda fique mais volátil e suscetível a algumas operações. Uma operação maior já pode mexer com o câmbio", disse o gerente de câmbio da Fair Corretora, Mário Battistel.

O dólar inicialmente caiu depois que o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou que o BC pode prover liquidez ao mercado de câmbio no fim do ano, quando a demanda por dólares é maior no país.

Os comentários deixaram os mercados em alerta sobre uma possível atuação do BC, mas investidores ainda se perguntam se o banco continuará a defender o nível de 2,1 reais para o dólar, ou se deixará a moeda subir mais para impulsionar a economia.

"O Tombini disse que pode voltar a intervir no mercado para dar liquidez, mas confesso que ainda não está claro o que pode acontecer. A moeda está subindo mas ainda não bateu 2,10 reais, prefiro esperar para ver que tipo de postura o BC vai adotar quando isso acontecer", acrescentou o Battistel.

As dúvidas do mercado sobre o futuro do real cresceram nesta semana após uma série de declarações de outros integrantes do governo.   Continuação...