26 de Novembro de 2012 / às 22:58 / em 5 anos

Presidente da Petrobras vê aumento da produção em novembro

SÃO PAULO, 26 Nov (Reuters) - A produção da Petrobras em novembro superará a de outubro e deverá retomar o patamar médio ligeiramente acima de 2 milhões de barris por dia, disse a presidente da estatal nesta segunda-feira.

O volume aponta para uma recuperação, após a produção no Brasil cair para o menor volume mensal em mais de quatro anos em setembro, por conta de paradas para manutenção mais demoradas que o programado. Já em outubro, a Petrobras registrou uma recuperação na extração, informou a empresa nesta segunda-feira.

“No mês de novembro... estamos muito bem, já passamos os 2 milhões de barris ao dia. Há uma recuperação gradativa”, declarou Maria das Graças Foster, durante evento em São Paulo.

“Os resultados foram muito bons na última semana, principalmente, e a tendência é que tenhamos também agora um novembro com média/mês maior que 2 milhões de barris por dia”, acrescentou.

Segundo ela, algumas unidades que estavam paradas voltaram à operação e outras que entraram em manutenção voltaram à atividade como o planejado. “Foi seguido à risca o número de dias. Tivemos desligamentos, ‘shutdowns’ mínimos”, observou ela.

Questionada se será possível manter a média de 2 milhões de barris prevista para o ano, ela respondeu: “Entendemos que sim”.

PRODUÇÃO DE OUTUBRO

Nesta segunda-feira, a Petrobras informou a produção de outubro no país, que subiu 5,3 por cento em relação a setembro, para 1,94 milhão de barris por dia (bpd), recuperando-se parcialmente do volume mais baixo em quatro anos.

A produção de setembro no país, de 1,843 milhão de bpd, havia sido a menor desde abril de 2008.

Apesar da retomada, a produção no mês de outubro ficou abaixo do volume registrado no mesmo mês de 2011, de 2 milhões de bpd.

O volume de produção em outubro havia sido antecipado no início de novembro pelo diretor de Exploração e Produção, José Formigli.

O aumento de produção no Brasil em outubro ante setembro ocorreu mesmo com a parada programada para manutenção das plataformas P-7, P-43 e do FPSO Cidade de Vitória, disse a estatal no comunicado.

“Ele resultou, principalmente, do retorno à operação de outras unidades que estavam em manutenção em setembro e à entrada em produção do FPSO Cidade de Anchieta, na área denominada Parque das Baleias, no pré-sal da bacia de Campos no Estado do Espírito Santo.”

A estatal espera fechar o ano com produção média perto de 2 milhões de barris por dia.

GÁS

A produção de gás natural dos campos brasileiros, sem liquefeito, alcançou 62,425 milhões de metros cúbicos por dia, volume 3,5 por cento acima do produzido em setembro.

A produção total de petróleo e gás natural da companhia, no Brasil e no exterior, atingiu a média de 2,581 milhões de barris de óleo equivalente por dia, 4,4 por cento a mais que no mês anterior.

Em outubro de 2011, a produção da estatal havia sido maior, atingindo 2,616 milhões de barris de óleo equivalente.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below