CPFL Energia segue comprometida em solução com Grupo Rede

terça-feira, 27 de novembro de 2012 17:41 BRST
 

CAMPINAS, 27 Nov (Reuters) - A CPFL segue comprometida em participar de uma solução para o Grupo Rede Energia, afirmou nesta terça-feira o presidente da empresa, Wilson Ferreira Junior.

Segundo ele, porém, o pedido de recuperação judicial apresentado pelo Grupo Rede, no fim da semana passada, impede uma capitalização imediata na empresa por um novo sócio, já que agora a reorganização depende do aval de credores.

"A gente continua comprometido com uma solução... Estamos absolutamente comprometidos em ter solução (para o Grupo Rede) no primeiro trimestre do ano que vem. Como está no âmbito do prazo de recuperação judicial, nós não temos como fazer um processo de capitalização", disse ele a jornalistas.

"O controlador (do Grupo Rede) junto com os parceiros vão fazer um plano de recuperação judicial para ser apresentado aos credores. Sendo aprovado pelos credores, aí sim você tem a renegociação das dívidas", acrescentou.

Em 11 de outubro, a CPFL e a Equatorial Energia assinaram um memorando de entendimentos com o objetivo de assumir o controle indireto do Grupo Rede, que tem oito de suas nove distribuidoras de energia sob intervenção do governo desde o fim de agosto.

CPFL e Equatorial têm até o fim deste ano para negociar com exclusividade a aquisição. Na sexta-feira passada, o Grupo Rede entrou com pedido de recuperação judicial no Estado de São Paulo.

Segundo o presidente da CPFL, o plano de recuperação judicial apresentado pelo Grupo Rede envolve os credores da holding.

"Tem um segundo plano, esse sim em negociação com a própria agência (Aneel) que diz respeito às concessionárias do Grupo Rede. O plano submetido que está em apreciação por eles diz respeito ao equacionamento das operações das concessionárias, que é onde a agência tem poder de intervenção."

(Por Roberta Vilas Boas)