Rio Tinto corta gastos e diz estar cuidadosamente otimista com China

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 20:30 BRST
 

MELBOURNE, Austrália, 28 Nov (Reuters) - A Rio Tinto afirmou nesta quarta-feira que está cautelosamente otimista com uma recuperação no crescimento da China, seu principal mercado, após dados econômicos recentes mais fortes do que os esperados.

"O cenário macroeconômico de curto prazo permanece volátil, com importantes incertezas em torno do futuro da economia dos Estados Unidos e da Europa. Entretanto, a Rio Tinto está cuidadosamente otimista com as perspectivas para a China", disse a empresa antes de um evento para investidores em Sydney.

A Rio Tinto é a única mineradora global que não diminuiu planos de expansão em minério de ferro em meio à queda forte dos preços em setembro, seguindo em frente com um projeto de mina, porto e ferrovia de 21 bilhões de dólares na Austrália.

A empresa, segunda produtora de minério de ferro do mundo depois da brasileira Vale, afirmou ainda que a expansão da capacidade de Pilbara para 290 milhões de toneladas deve ocorrer no quarto trimestre de 2013, e que o projeto está dentro do orçamento.

Entretanto, a empresa informou que pretende economizar mais de 5 bilhões de dólares até o final de 2014, e que cortaria gastos em exploração.

De acordo com a empresa, os gastos em projetos e exploração serão reduzidos em 1 bilhão de dólares ao longo de restante de 2012 e em 2013.