ATUALIZA 1-Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem pela 2a semana seguida

quinta-feira, 29 de novembro de 2012 13:08 BRST
 

WASHINGTON, 29 Nov (Reuters) - Os novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caíram pela segunda vez consecutiva na última semana, aliviando o aumento relacionado à supertempestade Sandy recentemente, que piorou o quadro do mercado de trabalho.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego recuaram em 23 mil, para 393 mil, segundo dados ajustados sazonalmente divulgados pelo Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. O número da semana anterior foi revisado para cima, mostrando 6 mil pedidos a mais do que o previamente informado.

Economistas ouvidos pela Reuters projetavam que os pedidos cairiam para 390 mil na última semana. A média móvel de quatro semanas, medida melhor para mostrar a tendência do mercado de trabalho, aumentou 7,5 mil, para 405.250, o maior nível desde outubro do ano passado.

A supertempestade Sandy, que passou pela Costa Leste dos EUA no final de outubro, distorceu os pedidos de auxílio-desemprego recentemente, tornando mais difícil ter uma visão clara do mercado de trabalho.

Uma autoridade do Departamento do Trabalho disse que não há um impacto pronunciado da tempestade no dado da última semana, acrescentando que os pedidos também tendem a ser voláteis nessa época do ano.

O mercado de trabalho melhorou em outubro, com empregadores acrescentando 171 mil empregos às suas folhas de pagamento, ante 148 mil no mês anterior. Economistas dizem que se fossem excluídos os três Estados mais atingidos pela tempestade --Nova York, Connecticut e Nova Jersey-- , os novos pedidos de auxílio-desemprego teriam ficados estáveis.

O relatório mostrou que o número de pessoas ainda recebendo benefícios sob programas regulares do Estado, depois de uma semana inicial de ajuda, caiu 70 mil para 3,29 milhões na semana encerrada no dia 17 de novembro.

A taxa de desemprego aumentou um décimo de ponto percentual, para 7,9 por cento em outubro, com mais norte-americanos --incluindo aqueles que tinham desistido da busca por trabalho-- entrando no mercado de trabalho.

(Reportagem de Lucia Mutikani)