Ação de Graças atrai mais consumidores que Black Friday-pesquisa

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012 20:25 BRST
 

Por Jessica Wohl

5 Dez (Reuters) - Abrir as portas e conceder ofertas no dia de Ação de Graças, nos Estados Unidos, deu mais aos varejistas do que o início antecipado da temporada de compras de final de ano --o feriado, na verdade, pode ter atraído mais compradores do que a "Black Friday".

Trinta por cento dos norte-americanos que participaram em nova pesquisa da Reuters/Ipsos disseram ter feito compras online ou em lojas físicas no último dia de Ação de Graças, um pouco a mais do que compraram no dia seguinte, que é tipicamente o maior dia de compras do ano.

Daqueles que disseram que compraram em lojas no dia de Ação de Graças, foi a primeira vez que aproximadamente um terço dos entrevistados sugeriu que a mudança dos eventos de vendas para a noite e até mesmo antes do feriado cortejou os clientes.

Varejistas como Gap e Sears Holdings tiveram vendas especiais durante o próprio dia de Ação de Graças, enquanto redes como Wal-Mart e Target esperaram até o dia seguinte para oferecer seus descontos.

Um total de 30 por cento dos 3.815 entrevistados disseram que compraram no dia Ação de Graças, enquanto 29 por cento disseram que compraram na Black Friday. Vinte por cento dos compradores disseram que visitaram lojas no dia de Ação de Graças e 15 por cento disseram que compraram online naquele dia. As pessoas podiam escolher mais de uma resposta.

A Black Friday ainda é um grande dia para os varejistas, mas está perdendo significado com as redes iniciando as promoções mais cedo naquela semana nas lojas físicas e online.