Embarques de trigo na Argentina estão paralisados--indústria

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012 20:03 BRST
 

Por Roberto Samora

SÃO PAULO, 6 Dez (Reuters) - Os embarques de trigo da safra nova da Argentina (2012/13) estão paralisados desde a tarde de quarta-feira, disseram nesta quinta-feira fontes do mercado e a associação da indústria no Brasil, o maior importador do cereal argentino.

Os problemas com embarques na Argentina devem significar custos ainda maiores para os moinhos brasileiros, que já preveem uma elevação nos gastos com matéria-prima nos próximos meses.

Além de interromper os embarques, a Argentina também cancelou parte das licenças de exportação previstas para a temporada 2012/13, afirmaram um importante empresário da indústria local e um corretor no Paraná com estreita relação com o mercado argentino.

"O governo argentino suspendeu os embarques de trigo da safra nova... Os armadores estão informando simplesmente que o governo não está deixando embarcar", afirmou o empresário, que pediu para não ser identificado.

A Argentina fornece normalmente cerca de 80 por cento do trigo importado pelo Brasil, um dos maiores compradores globais do cereal.

O Ministério da Agricultura da Argentina, em Buenos Aires, informou que a informação era falsa, ao ser consultado sobre o assunto. Um porta-voz afirmou ainda que o país não está avaliando uma redução nas autorizações de exportações em função de crescentes preocupações sobre o tamanho da safra.

A Argentina está em processo de colheita de uma safra que deverá ser 25 por cento menor do que a registrada na temporada passada. Segundo previsão de novembro do Departamento de Agricultura dos EUA, a produção deverá somar 11,5 milhões de toneladas.

Além de uma safra menor, a qualidade da produção argentina deverá ter problemas, após chuvas intensas que inundaram lavouras.   Continuação...