Rússia pode suspender importação de carne bovina e suína dos EUA

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 18:45 BRST
 

Por Theopolis Waters e K.T. Arasu

CHICAGO, 7 Dez (Reuters) - As exportações de carne suína e bovina dos Estados Unidos para a Rússia poderão ser suspensas no sábado após pedido de Moscou para que os produtos sejam testados e certificados como livres do aditivo ractopamina, uma medida que analistas consideram retaliação política.

Segundo a Usmef, considerando que o Departamento de Agricultura do país (USDA) não tem um programa de testes e certificação para a ractopamina, a determinação poderá efetivamente suspender as exportações de carne bovina e suína para a Rússia a partir de sábado.

A ractopamina é usada como aditivo alimentar para tornar a carne mais macia, mas países como a China baniram seu uso. As Nações Unidas concordaram que existem níveis aceitáveis para o uso do produto.

A federação disse que mais de 210 contêineres de carne suína e bovina no valor de 20 milhões de dólares estão atualmente no caminho para a Rússia.

"... esta nova demanda efetivamente significa que o mercado russo será fechado às exportações de carne bovina e suína começando neste sábado (8 de dezembro)", disse a federação por e-mail a associados.

O porta-voz da Usmef, Joe Schuele, confirmou o email.

"O prazo final é uma preocupação por causa da incapacidade de atender à demanda deste documento", disse Schuele.

A medida russa vem após decisão do Senado dos EUA que aprovou legislação para punir as violações aos direitos humanos pela Rússia, como parte de uma lei mais ampla para expansão do comércio bilateral.   Continuação...